Após 33 anos, parceleiros do PA Banco Safra recebem seus títulos de propriedade

ENFIM, PROPRIETÁRIOS

0

Da Redação – Ezio Garcia

Há 33 anos, num dia ensolarado do longínquo ano de 1985, a ponte sobre o Rio das Mortes amanheceu tomada por barracas e acampamentos de trabalhadores sem terra do município de Nova Xavantina: era a primeira manifestação pró reforma agrária no início da redemocratização do País após o período da Ditadura. Na pauta dos manifestantes, as terras então improdutivas da gleba então denominada Banco Safra, hoje Nova Canãa do Leste.

HISTÓRIA

O movimento gerou atos policiais, prisões de manifestantes e outros arrochos temporários. Na Prefeitura Municipal estava o prefeito José Frederico Fernandes, que se somou ao movimento, dando total apoio, no que foi seguido por deputados e políticos da região, como o então deputado estadual José de Arimatéia,  do então fortíssimo PMDB.

O movimento vingou, os trabalhadores entraram na área, os lotes foram divididos, o INCRA agiu, documentou a posse, o governo do Estado apoiou, e estava criado o primeiro projeto de assentamento do Vale do Araguaia, o PA Banco Safra, hoje Nova Canãa do Leste.

Nesta terça feira, 27, feriado municipal relativo ao dia da Padroeira da cidade, e após 33 anos destes memoráveis acontecimentos, parte dos parceleiros começaram o receber seus títulos de propriedade.

ENFIM, PROPRIETÁRIOS

De um total de 400 famílias assentadas, 182 estão recebendo os títulos, enquanto os demais estão sendo processados. A solenidade de entrega aconteceu na Câmara Municipal, com as presenças do prefeito João Batista Vaz da Silva o Cebola; vice prefeito Ney Weliton, vereadores Edilson Caetano, Pedro Breitemback e Sávio Luís; Superintende do INCRA de Mato Grosso, Dr. Carlos Barbiere; Chefe da Unidade Regional do INCRA de Barra do Garças, João Filho; seu antecessor, João Bosco; cartórário José Campos Sobrinho, parceleiros e imprensa.

Destes, muitos estavam na ponte sobre o Rio das Mortes no dia em que eclodiu o movimento, e durante todo esse tempo acompanham a luta dos produtores para serem donos de direito e de fato de suas propriedades.

São os casos do prefeito Cebola, vice prefeito Ney, diretor regional do INCRA João Filho, e cartorário José Campos Sobrinho, que discursaram neste sentido.

O pequeno produtor Sr. Felicíssimo, um dos felizes novos proprietários, rememorou toda a história do projeto e da agrovila para a imprensa local.

Os títulos devem agora serem registrados no Cartório local, para ter valor legal, o que estará sendo feito a partir de hoje.

Entrevistas com José Campos Sobrinho, Superintendente Dr. Carlos Barbiere, Coordenador Regional João Filho, prefeito Cebola, vice prefeito Ney Weliton, vereador Edilson Caetano e o parceleiro Sr. Felcíssimo, irão ao ar no programa Sintonia Roncador desta quarta feira, 28, que começa às 12 horas na Rádio Roncador FM.

Fique por dentro!

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here