Registrado Boletim de Ocorrência sobre vídeo fake que circula nas redes sociais de Nova Xavantina

ELEIÇÕES 2020

0

Da Redação – Ezio Garcia

Surgiu a primeira fake news da campanha eleitoral de 2020 nas redes sociais de Nova Xavantina; uma postagem cujo conteúdo foi objeto de boletim de ocorrência policial registrado nesta segunda feira, 02, na Delegacia de Polícia Civil local.

Segundo Dr. Matheus Correia Pontes, da equipe jurídica da coligação 40, que registrou o B.O., a publicação denunciada -abaixo reproduzida- mostra prints de supostas conversas entre membros da coordenação da coligação num grupo de whatsaap que não existe,  “conversas” que buscam desacreditar e denegrir as ações de seus membros.

Segundo Dr. Matheus, o conteúdo das montagens tem o propósito de desacreditar as pessoas citadas, como o prefeito João Batista Vaz da Silva, o Cebola, o candidato João Bang e apoiadores.

B.O.

Eis o histórico da ocorrência lavrada na delegacia de polícia civil de Nova Xavantina nesta segunda feira:

“NO DIA DOS FATOS, PASSOU A CIRCULAR NAS REDES SOCIAIS (WHATSAPP E FACEBOOK) UM VÍDEO QUE APRESENTAVA NARRAÇÃO, BEM COMO AS IMAGENS DA CONVERSA DE UM GRUPO NO APLICATIVO WHATSAPP DENOMINADO CORDENAÇÃO GERAL. 40, PODENDO SER IDENTIFICADOS OS SEGUINTES PARTICIPANTES: JOÃO AILTON COORDENAÇÃO; JOÃO BANG 40; JOÃO CEBOLA PREFEITO; JERRY COMITÊ; ENDRIGO DALCIN 40; E PEDRO NETO 40. CONTUDO O PRESENTE GRUPO NUNCA EXISTIU, E AS CONVERSAS FORAM CONSTRUIDAS POR TERCEIROS DECONHECIDOS, DE MODO A UTILIZAR INDEVIDAMENTE O NOME DOS ENVOLVIDOS E TRAZER DESCRÉDITO E ATRIBUINDO FALAS E CONDUTAS MENTIROSAS, DE MODO A TRAZER PREJUÍZOS A CAMPANHA ELEITORAL DE JOÃO MACHADO NETO (JOÃO BANG), BEM COMO DESCONSTRUIR SEUS APOIADORES. ATRIBUINDO AINDA A PESSOA DE JOÃO CEBOLA AS SEGUINTES FALAS: “SÓ MANDAR PARA NEIA SCAPINI ELA É A MAIOR FOFOQUEIRA DA CIDADE” “POVO ACREDITA EM TUDO QUE VÊ, IGUAL ELEITOR DO PT” COM A IMAGEM DE UM BURRO ABAIXO. TODOS OS SUPOSTOS ENVOLVIDOS ESTÃO SENDO PREJUDICADOS PELA UTILIZAÇÃO DE SEUS NOMES E A VINCULAÇÃO POR FATO/CONVERSA QUE NUNCA EXISTIU, SENDO CRIADA APENAS COM A FINALIDADE ELEITORAL”.

A lei prevê pena de detenção de até oito anos e multa para quem produz e compartilha notícias falsas com finalidade eleitoral. A delegacia investiga os fatos.

“POLITICAGEM”

Em vídeo distribuído no final da tarde, o candidato majoritário da coligação 40, João Bang -um dos atacados na fraude-, lamentou o ocorrido e criticou a postura dos adversários: “Nunca tivemos esse grupo “Coordenação Geral 40″, isso é uma vergonha para a política municipal, estadual e federal, isso é feio, isso é politicagem e tem que acabar, pedimos à todos que nos ajudem a combater essas fake news, nós estamos fazendo política com propostas, com compromisso com o município, temos que levar propostas à  nossa população, não fazer politicagem” criticou.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here